Deprecated: strlen(): Passing null to parameter #1 ($string) of type string is deprecated in /home/radiocidade/public_html/home_1/framework/class/Noticia.class.php on line 82
Prazo para adesão caba nesta segunda

Prazo para adesão caba nesta segunda

Os contribuintes que têm dívidas com a União, vencidas até 31 de dezembro de 2013, têm até a próxima segunda-feira (25) para pedir o parcelamento do Refis da Crise, programa de renegociação de débitos federais. O programa para a adesão está disponível no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

O Refis da Crise prevê o parcelamento em até 180 meses (15 anos) de dívidas de pessoas físicas e jurídicas com a União. A renegociação abrange tanto tributos em atraso, devidos à Receita Federal, como débitos inscritos da dívida ativa da União, cobrados pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

Todos os parcelamentos terão isenção de encargos e descontos escalonados de multas e juros conforme o número de prestações. Em relação às multas de mora e de ofício, o abatimento varia de 100%, para débitos quitados à vista, a 60%, para dívidas parceladas em 180 meses. O desconto nos juros ficará entre 45% e 25% na mesma comparação.

Criado em 2009, o Refis da Crise originalmente renegociou dívidas com a União, vencidas até dezembro de 2008. No ano passado, o programa foi reaberto para incluir débitos vencidos até 2012, e fez o governo obter R$ 21,8 bilhões em receitas extraordinárias. O dinheiro ajudou no cumprimento da meta de esforço fiscal, em 2013.

Neste ano, o governo decidiu ampliar o programa e permitiu o parcelamento de dívidas vencidas até 31 de dezembro do ano passado. Originalmente, a equipe econômica esperava obter R$ 12 bilhões com a reabertura do Refis, mas a estimativa foi aumentada para R$ 18 bilhões após o governo reduzir a parcela mínima de adesão e permitir a entrada de mais empresas no programa.

Originalmente, o contribuinte deveria quitar 10% de dívidas até R$ 1 milhão e 20% de débitos acima de R$ 1 milhão para entrar na renegociação. Depois, o governo fez escalonamento diferente. Reduziu a parcela de entrada para 5% nas dívidas até R$ 1 milhão, fixou quitação mínima de 10% nos débitos entre R$ 1 milhão e R$ 10 milhões, criou a faixa de 15% de pagamento inicial nas dívidas entre R$ 10 milhões e R$ 20 milhões e manteve a exigência mínima de 20% para o pagamento de dívidas acima de R$ 20 milhões.

O valor dessa antecipação poderá ser pago em até cinco prestações, sendo que a primeira vencerá na próxima segunda-feira, último dia de opção. Diferentemente de outras reaberturas do Refis da Crise, débitos renegociados em versões anteriores do programa poderão ser reparcelados no novo regime.

A Receita Federal esclarece que o optante deverá obter certidão negativa de débitos ou certidão positiva, com efeito de negativação, para pedir o parcelamento. Os documentos podem ser obtidos na página do órgão na internet, no campo "formulários".

Dúvidas ou Sugestões

Brusque F.C anuncia saída de Luan Carlos

O técnico Luan Carlos, não comanda mais o Brusque F.C. O comunicado foi feito por meio da comunicação do clube, nesta quarta-feira (31). Sua última partida no comando técnico do Quadricolor foi na derrota contra o Tombense, na terça-feira. A decisão, conforme indica o comunicado, foi em comum acordo. A tendência é que Teco, auxiliar permanente, comande os treinos até o anúncio de um novo treinador para a...
Continuar lendo...

Presidente do Brusque vai participar do conselho técnico da Série C

O presidente do Brusque Futebol Clube, Danilo Rezini , viaja nesta segunda-feira ( 02 ) para acompanhar o conselho técnico do campeonato brasileiro da série C. O conselho será realizado às 15h30 de Brasília, na sede da Confederação Brasileira de Futebol ( CBF ) no Rio de Janeiro. Brusque campeão da série D e Criciúma rebaixado da série B, representam o estado de SC na terceira divisão do futebol nacional....
Continuar lendo...

Brusque segue no nível Alto da Matriz de Risco

A Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada neste sábado (19), aponta 13 regiões classificadas como risco potencial alto e 4 no nível de risco moderado. Em um comparativo com o relatório divulgado na semana anterior, houve melhora nos indicadores das Regiões do Alto Vale do Rio do Peixe e Grande Florianópolis, que na semana anterior estavam classificadas no nível de Risco Alto (amarelo), e passaram a ser classificados no nível...
Continuar lendo...