Criança de 11 anos morre ao ser mordida por rato silvestre em SC

Um menino de 11 anos morreu após ser mordido por um rato silvestre. A criança teria falecido no dia 7 de setembro, mas o resultado do exame confirmando a morte da criança pela doença foi divulgado na última sexta-feira (16). O fato ocorreu em Urubici, na Serra catarinense.

O secretário municipal de saúde de Urubici, Diogo Blumer, informou que a criança morreu de hantavirose, doença infecciosa e grave causada pelo hantavírus, presente em roedores silvestres. Ela se manifesta como uma síndrome cardiopulmonar, podendo levar à morte em 72 horas.

Diogo informou que a Vigilância Epidemiológica de Urubici monitora 18 casos suspeitos da doença e que é preciso aguardar o resultado dos exames no Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen), em Florianópolis. 

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive), até o dia 9 de setembro já haviam sido registrados cinco casos, confirmados, de hantavirose no estado, dos quais três evoluíram para a morte.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões