Deprecated: strlen(): Passing null to parameter #1 ($string) of type string is deprecated in /home/radiocidade/public_html/home_1/framework/class/Noticia.class.php on line 82
Guabiruba integrou manifesto em prol de repasses para a saúde

Guabiruba integrou manifesto em prol de repasses para a saúde

Com o objetivo de pressionar o Governo do Estado a repassar recursos para a saúde atrasados desde março deste ano, secretários de saúde de todo o estado realizaram um manifesto pacífico na tarde de terça-feira, 25, em frente ao Centro Administrativo, na SC – 401, em Florianópolis. O movimento foi organizado pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina – COSEMS/SC com o apoio da Federação Catarinense dos Municípios - FECAM.

De Guabiruba participam do protesto a secretária de Saúde, Patricia Heiderscheidt, a coordenadora da Atenção Básica, Ana Luiza Erthal Scharf e a coordenadora da Programação Pactuada e Integrada – PPI, Aline Cristiane Deichmann, acompanhadas de secretários da região, como de Brusque, Botuverá e Gaspar.

O Governo do Estado se comprometeu a repassar duas parcelas atrasadas no dia 31 de outubro, mais duas até dia 30 de novembro e outras duas até 15 de dezembro. A proposta foi apresentada pela manhã durante uma negociação com os líderes do movimento e secretários de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa; Fazenda, Antônio Gavazzoni e Saúde, João Paulo Kleinubing.

Inadimplência com Guabiruba soma cerca de R$ 200 mil

O resultado da inadimplência do estado com os municípios é de R$ 101 milhões e com Guabiruba de aproximadamente R$ 200 mil referente à co-financiamento, farmácia e repasses ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Conforme a secretária de saúde, esses recursos são destinados á compra de medicamentos da Farmácia Básica, realização de exames de média e alta complexidade e para contribuir com a viabilidade das atividades do NASF.

“No início do mês, durante uma reunião com os secretários municipais de saúde, resolvemos fazer essa manifestação para sensibilizar o governo de nos repassar aquilo que nos é devido. É um dinheiro que falta para a saúde”, frisou a secretária Patrícia.

No Brasil, o financiamento na área da Saúde sempre foi insuficiente e a gestão acontece de forma tripartite, ou seja, cada ente federativo como União, Estados e Municípios são responsáveis por uma parte do investimento na execução dos serviços de saúde.

Municípios bancam saúde com recursos próprios

De acordo com o presidente do COSEMS/SC, Sidnei Belle, o atraso do Governo do Estado não é novidade. A dívida de seis meses de 2015, por exemplo, só foi paga este ano de 2016. “Com essa realidade, os municípios são obrigados a cobrir o rombo da saúde com recursos próprios, afetando outras áreas da administração municipal. O problema é que a grande maioria dos municípios não tem recursos suficientes para as demandas. E a situação é pior agora porque os gestores municipais têm que fechar as contas do exercício de final de mandato, não podendo gastar mais do que o previsto no orçamento”, declarou.

Além dos coordenadores do manifesto e secretários municipais de saúde catarinenses, participaram do ato o deputado estadual Fernando Coruja, a deputada estadual e presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, Ana Paula Lima, e a vice-presidente da FECAM e prefeita de São Cristóvão do Sul, Sisi Blind.

Caso não forem realizados os pagamentos das parcelas atrasadas, a organização do evento pretende repetir a mobilização com a participação também dos prefeitos.

Dúvidas ou Sugestões

Assaltantes invadem casa e trancam vítimas amordaçadas

Um casal estava assistindo TV na noite desta terça-feira (13), por volta das 20h19, atendendo uma cliente na sala da residência, na rua Ipiranga, no bairro Souza Cruz, quando três homens invadiram a residência e anunciaram o assalto. As três vítimas foram amarradas, amordaçadas e trancadas em um dos quartos. O proprietário da residência, de 49 anos de idade, relatou que pelo menos dois dos bandidos portavam armas de fogo. Os...
Continuar lendo...

"Não somos nós que vamos determinar se haverá greve"

Os servidores públicos municipais de Brusque entregaram esta semana uma nova proposta à Prefeitura na negociação coletiva 2017/2018, na qual resultou impasse quanto ao percentual de reajuste nos salários. Dos 9% iniciais, a categoria baixou o valor para 6,69%, equivalente ao INPC dos últimos 12 meses (4,69%), mais 2% de ganho real. A proposta foi deixada com o Executivo nesta quarta-feira (5). Na manhã de hoje, quinta-feira (6), o presidente...
Continuar lendo...

Homem de 62 anos matou rapaz com tiro no Rio Branco

A Polícia Civil de Brusque, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) tem como resolvido o terceiro caso de homicídio na cidade. A informação foi trazida pelo delegado responsável, Alex Bonfim Reis, em entrevista à Rádio Cidade. O crime foi a morte de um rapaz de 18 anos de idade na semana passada no bairro Rio Branco. Segundo o delegado, o autor do homicídio é um homem de 62 anos, que se...
Continuar lendo...