Lei regulamenta criação de abelhas sem ferrão em Brusque

Na sessão ordinária de terça-feira (29), a Câmara de Vereadores de Brusque aprovou em segunda discussão e votação o Projeto de Lei Ordinária nº 35/2021, que trata da criação, do manejo, do comércio e de demais atividades que envolvam colônias de abelhas sem ferrão no município.

A matéria foi proposta pelo vereador Jean Dalmolin (Republicanos) e busca a ampliação desta cultura e a conscientização da sociedade quanto à importância das abelhas meliponas como polinizadoras e sobre o seu risco de extinção. O PL também é uma forma de incentivar o consumo de alimentos nutracêuticos provenientes como mel, pólen e própolis.

Segundo Dalmolin, no Brasil existem cerca de 250 espécies de abelhas sem ferrão. “Algumas dessas espécies são utilizadas para a produção de mel, cada vez mais valorizado para fins gastronômicos. Além disso, elas cumprem um papel importante na polinização de plantas. Sem colaboração dessas abelhas, muitas plantas deixam de produzir frutos e sementes, podendo chegar a extinção”, explicou o vereador durante a primeira discussão do PL, na sessão do dia 22.

Ele destacou que a iniciativa teve colaboração de uma associação de meliponicultores de Botuverá, que abrange produtores de Brusque e Guabiruba. O parlamentar informou que Brusque possui cerca de 1.000 criadores, número que abrange os moradores que tem apenas uma caixa em sua residência.

Para explicitar o uso pedagógico destes insetos, o parlamentar apresentou na tribuna detalhes de um projeto executado na Escola de Ensino Fundamental (EEF) Edith Krieger Zabel, na localidade de Cristalina. O educandário implantou um jardim de plantas melíferas, junto às caixas para cultivo e hoje já conta com cinco espécies diferentes de abelhas sem ferrão. A estrutura é utilizada para atividades que ensinam aos estudantes práticas relacionadas à preservação do meio ambiente

O projeto de lei também institui o Dia Municipal do Meliponicultor, produtores que se dedicam a essas espécies, a ser celebrado em 22 de setembro. O projeto de lei foi analisado pelas comissões de Meio Ambiente (CMA) e de Constituição, Legislação e Redação (CCLR). Antes de tornar-se lei, o texto ainda deve ser sancionado pelo prefeito Ari Vequi (MDB).

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Barateiro Futsal enfrenta Female pela terceira rodada da Liga

Após vencer com propriedade o time do Pato Branco no último final de semana, pela Taça Infinity Aloe, o Barateiro Havan Futsal volta à quadra no próximo sábado (7), para a disputa da terceira rodada da Liga Feminina de Futsal (LFF), diante da Female. O jogo, que ocorre em Chapecó, às 20h, vale a consolidação das brusquenses nas primeiras colocações da tabela. Para fazer frente ao Corujão do Oeste, as...
Continuar lendo...

Filho morre afogado ao tentar salvar a mãe no rio

O que era para ser um dia de lazer em um rio, acabou se tornando uma tragédia para uma família na manhã deste domingo (27). Um homem de 33 anos morreu após salvar sua mãe de um afogamento, mas devido à forte correnteza o mesmo foi arrastado pelas águas. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a guarnição foi acionada por volta das 10h50 para atender a ocorrência de afogamento de duas pessoas. Quando...
Continuar lendo...

Padre Eduardo Senna é acolhido como novo reitor do Seminário de Azambuja

O padre Eduardo Senna é o novo reitor do Seminário de Azambuja. Em celebração que contou com a presença dos seminaristas do Seminário Filosófico de Santa Catarina (Sefisc) de Joinville, do Sagrado Coração de Jesus e do Seminário de Azambuja, o sarcerdote foi acolhido. A posse foi dada ao novo reitor pelo vigário foránio Pe. Valdir Prim, indicado em nome do arcebispo de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu...
Continuar lendo...